Blog Archives

Nossa, que surpresa… só que não! | Review American Horror Story – 1×10 – “Smoldering Children”

 

Antes de mais nada quero explicar o motivo de eu não ter ficado surpreso. Por coisas do destino, só fui assistir ao episodio depois de algum tempo que ele já havia ido ao ar. No entanto, tentei tomar o máximo de cuidado e não visitar páginas que pudessem conter Spoilers sobre o episodio. Read the rest of this entry

FREAKSHOW SINISTRO! Redundante, mas verdadeiro! | Review American Horror Story 1×01 – Pilot

  

GENTE DO CÉU! Eu tô atolado de séries pra ver, de reviews pra fazer mas essa não tinha como não comentar. Os criadores de Glee, Ryan Murphy e Brad Falchuck se reuniram no começo deste ano, ou no fim do ano passado, não sei ao certo, e bolaram um novo conceito para uma nova série. Você presumiria que fosse algo alegre, cantante, feliz e saltitante? Não? Enfim, por se tratar dos criadores de Glee muitos esperavam mais do mesmo, mas Ryan Murphy já tem um pé em outros seriados antigos geniais e polêmicos, como Nip/Tuck por exemplo.

Então, eis que o FX gostou da ideia, produziu o piloto e encomendou a temporada. E eis que neste belo 05 de outubro, tivemos uma das melhores estreias deste Fall Season. American Horror Story é um misto de bizarro, com terror, com toques de comédia e uma certa tiração de sarro, algo bem característico de Murphy, eu acho. Do que que fala a série?  Read the rest of this entry

Fantasmas do passado visitam Bon Temps! | Review True Blood 4×12 – “And When I Die” (Season Finale)

  

Não vou dizer que foi ruim, também não foi tão bom assim… Lulu Santos a parte, é o que dá para dizer sobre esse Season Finale. Ele não foi nada ruim tampouco excelente, saca? Conseguiu manter um bom nível durante o episodio todo, e não pareceu arrastado. Algumas mortes ocorreram, algumas pessoas voltaram, e o episodio chega ao fim com um cliffhanger digno e que talvez tenta compensar pela falta de cliffhangers ao longo da temporada.

  

Depois de uma recapitulação de 90 segundos o episodio começou com Lafamarnie tomando um café da manhã com Jesus. O nêgo já estava extremamente quieto, já não aguentava mais ouvir o Jesus falar, e então ele se despede, vai dar um beijinho de despedida, e só então percebe que tem algo de errado com o boy dele. Lafamarnie com o garfo na mão dá uma bela garfada na mão de Jesus e então começa a abertura. Belo começo, Jesus se phoodendo. Read the rest of this entry

Quantas dúvidas!! | Review Pretty Little Liars 2×12 – “Over My Dead Body” (Summer Finale)

  

Pois é, é isso que o Summer Finale deixou… muitas dúvidas e possíveis caminhos a serem seguidos. O meu medo é que os roteiristas da série estejam se emaranhando numa bagunça tão grande que não consigam ligar todos os fatos verdadeiramente. Depois de contar sobre o episodio, exporei algumas especulações e questões que ficaram no ar.

O episodio começa com as três (Quedê a Emm?) na delegacia de policia, todas descaracterizadas e presas numa sala que eu não jogaria nem meu buldogue francês! Tá essa última parte foi brinks, mas vocês entenderam a tensão da coisa. E eles fizeram direitinho. Desde o preview, só víamos Spencer, Hanna e Aria sujas de terra e desenterrando enquanto rolava umas senas de Emily desmaiando em um galpão. Tudo isso rolou, mas não da forma que imaginávamos.

O detetive Darren está de volta e parece ter algo concreto contra as meninas. Mas voltemos ao verdadeiro início do episodio, elas estão na casa de Dra. Sullivan e lógico, não a acham assim tão facilmente. Depois Emily vai namorar e Hanna tchonga fica de vela, depois se toca e vai embora. Mas nada disso é importante, sequer deveria estar no episodio. Em uma conversa com Toby, Spencer descobre algo que pode o colocar em perigo, mas não se dá conta na hora.

  

Caleb feioso chega para ficar de chamego com Hanna, deixa a garota mais felizinha. Jackie bitch chega chegando em Ezra e toma um pé na bunda lindo. Aria ouve tudo, e recebe uma mensagem que a leva de volta para as amigas. “Ela ainda está viva. -A” Com uma fotinho da Dra. Sullivan e o jornal do dia.

  

As quatro se reúnem na casa de Spencer que diz ter saído para se despedir de Toby e quando voltou encontrou a caixa no balcão com a escritura “Abra ou ela morre”. As garotas abrem para encontrar 3 bonecas com cordas e cada uma dizia o que elas tinham que fazer. Aria tinha que delatar Jackie e fazê-la sumir, Hanna tinha que acabar com o casamento de seu pai e Spencer proteger Toby. Nesse momento Spencer se lembra da conversa que teve anteriormente com o namorado e liga o fato de seu defeito nos freios poderem ser culpa de -A.

  

Emily se sente meio com medo e ressentida por não ter boneca para ela, no entanto Aria aponta que ultimamente ela tem sido o único alvo de -A e que talvez tenha dado uma folga para ela nessa rodada. Spencer diz algo maravilhoso e real. “É brilhante, na verdade. -A está sendo nossa melhor ‘frenemy’ (amiga + inimiga) nos forçando a conseguir o que queremos mas sabendo que quando conseguirmos…”, “tudo vira um caos” completa Hanna.

Depois disso voltamos para o futuro e vemos Aria fazendo sua ligação transtornada e precisando da pessoa (eu arrisquei ser o Ezra e isso se confirmou no fim do episodio). No meio de tudo, Garrett parece ser o policial dedicado e informa ao seu chefe que a página do relatório de óbito de Alisson está perdida,e  não foi possível encontrá-la nem no computador. A gente volta pro Garrett mais para frente. Agora vou tentar falar de cada uma e depois eu volto pro quarteto.

  

Voltando ao passado vemos o momento que Aria faz sua tentativa (bem falha e sem autoridade/confiança) de se livrar de Jackie. Ela então bate um papinho com sua mãe, para mostrarem que tá dando tudo certo com Mike e em seguida no episodio, vemos que Jackie não é nada boba, e dá a volta por cima com uma chantagem melhor elaborada pra cima de Aria. Missão Aria… FAIL!

  

Hanna se debate com a ideia de impedir o casamento de seu pai enquanto Spencer termina com Toby para protegê-lo. Wren a encontra chorando, tenta consolá-la e rouba uma bitoca ou duas. Ela brinca que ele tem um péssimo timing. E ele tem mesmo. Até o fim do episodio vemos Toby na delegacia dizendo que ama Spencer e não vai abandoná-la mas a garota parece estar firme na decisão do término. Missão Spencer… WINS!

  

Hanna está na igreja junto com as amigas, e Emily não está lá. Elas ficam preocupadas e apesar de todo o receio e dúvidas, Hanna vai lá e impede o casamento de acontecer. Missão Hanna… WINS! Logo depois, quando estão saindo da igreja, as meninas recebem uma mensagem com uma localização. E juntando as peças com uma mensagem que Hanna recebeu, dizendo “Ela está prestes a ficar sem ar. -A” elas ligam a localização a Emily sumidinha e saem correndo.

  

Já são 2×1 pras meninas, hein! Eis que Emily sumiu porque recebeu sua missão a caminho da igreja. Mesmo vivendo em uma cidade pequena, ela usa GPS para chegar até lá, e estando ao lado do seu destino, o GPS começa a mandá-la fazer outro caminho, somente então a tchonga se da conta da boneca com corda no banco de trás que diz “Estou te levando até ela, vá sozinha.” E a esperta faz o que? Segue o GPS. Chegando no local ela entra no galpão inocentemente onde tem um carro ligado. É trancada dentro do galpão e o carro ligado está trancado por dentro, impossibilitando que a gata o desligue. Emily desmaia, -A ressurge e a leva para fora.

Agora falemos do quarteto novamente. Enquanto desmaiada Emily encontra Ali e bate um papinho com ela. Aquela baboseira novamente de vocês não conseguem viver sem -A/ eu. Você era a mais especial, você era a que mais me amava, beijinho na boca e tchau! Emily recupera a consciência e as amigas estão lá para ajudá-la. A garota repara em uma pá que não estava lá antes, e na pá tem umas coordenadas. Vale lembrar que esse bilhete não está assinado por -A, o que não significa que a mesma não o enviou, apenas que talvez tenha esquecido de assinar esse.

  

Resumindo, as garotas vão atrás das coordenadas e começam a cavar na esperança de ser Dra. Sullivan viva. Eis que encontram apenas um manequim enterrado e na mesma hora a polícia chega para prendê-las. Elas foram de alguma forma, incriminadas.

  

Durante o flashs do futuro vemos uma discussão entre Jason e o pai de Spencer, Peter. A discussão leva a crer que talvez o que Peter não quer que descubram é que Jason é SEU filho. Especulação minha, so far. E Garrett só de olho/ouvidos na discussão. Depois de Emily ganhar consciência rola um momento revelador em que ela se une as amigas na salinha de castigo e ficam aguardando juntinhas. Os pais estão sendo atualizados, e Ezra aparece (confirmando a ligação de Aria). Ella vai conversar com o professor e confessa que sabe de seu caso com Spencer. Até o momento não mostrou Sr. Fitz corrigindo Ella.

  

Eis que todas estão juntas, se perguntando sobre o Detetive Darren estar de volta. Então o detetive entra e as acusa de ter mentido mesmo com tantas oportunidades para falarem a verdade. Eles sabiam que a arma do crime foi uma pá, a pá que elas pegaram para ver as coordenadas. Ou seja, isso seria um motivo concreto o suficiente para prendê-las. Não para mim, however, parece que é isso que vai rolar, mas o desenrolar dessa história somente quando a temporada voltar.

Eis que descobrimos que o assassino de Allisson e -A não são as mesmas pessoas. Ou são? Eis a questão. No episodio foi revelado que Jenna e Garrett mataram a garota e a única evidência que os poderia ligar ao crime estava nas mãos de Jenna para ser queimada. A tal da página 5 do relatório, que mostrava as substâncias no organismo da vítima, o que mostraria alguma droga que poderia ser ligada a eles. Ao que parece, foram eles que incriminaram as garotas com a pá. Eles estão com a fuga planejada só precisam sair calmamente e sem levantar suspeitas para viverem felizes e inocentes.

Então no final do episodio revemos Dra. Sullivan encontrando com -A (que segundo a garçonete tem olhos bonitos, quem diabos será?) e ao que parece -A tem algo incriminador sobre a Dra. e por isso continuará ilesa. Dra. Sullivan ao sair dá um olhar de desgosto e então fim.

Tantas questões e tantas perguntas que não tenho certeza se o review ficou bem escrito. Enfim, se foi Garrett e Jenna que colocaram a pá e não -A, como diabos eles sabiam onde as garotas estavam? Seria fácil dizer que eles apenas orquestram a partir do plano de Emily, mas não porque tudo tinha assinatura de -A. Tudo exceto o bilhete com as coordenadas na pá. Com certeza vendo e revendo o episodio, é possível descobrir novos caminhos. E acho que esse foi o grande propósito, fazer o público exercitar a memória de tudo que nos foi passado até o momento.

Eles conseguem nos enrolar e nos manter presos e amantes do programa. Os últimos episódios estiveram com um ótimo ritmo e eles entregavam aos poucos o que o público pedia, respostas. Chegando no Summer Finale, nada melhor que levantar mais perguntas para discutir sobre as respostas dadas. E aí, o que acharam do Summer Finale? Tem alguma teoria sobre tudo isso? Mais perguntas? Alguma resposta? Comentem abaixo! A série retorna somente em 2012 para mais 10 episódios novos.

Depois curte a gente no Facebook e nos siga no Twitter que assim que tiver mais novidades sobre o retorno de Pretty Little Liars a gente avisa vocês lá. ;)

Mais um episódio onde as coisas QUASE acontecem… Review Pretty Little Liars 2×03 – My Name is Trouble

Pois é! Novamente as gatuxas num fizeram nada que fizesse eu desejar por outro episódio da série, no entanto, eu ainda me mantenho preso a ela… alguém explica por quoi?

Vamos aos principais acontecimentos do episódio. O irmão de Alisson se mostra cada vez mais gostoso sinistro. Tem de fato alguém mais morando com ele naquele casarão. Quem será? Ó dúvida que me tira o sono… not!

 

Anyway… teve o Toby sem camisa, ele é tããão esquisito de rosto mas tem um corpo que óó, dá um caldo pro Chupa esse Kywi, não? Juro que num entendo porque as meninas tem tanto medo da Jenna, seria tãããão mais fácil elas tentarem ser amiguxas dela e tê-la do seu lado.

 

Teve Ezra e Aria se pegando em público e NINGUÉM, exceto a ex de Ezra, notou! Rysos!

   

Aria conseguiu ver um lado sensível de Jenna pra logo em seguida ver um lado hostil (Raaawr) também. -A num fez nada pra ela… boring!

                                            

Hanna começou a fazer a cúpido e tentou ajeitar Lucas com a garota do anuário que eu num fiz questão de guardar o nome, mas acho que chama Danielle. Também foi o diabinho para Emily na decisão de falsificar ou não a carta do mocinho da Universidade que num podia garantir a vaga certeira para ela. -A num fez nada com ela neste episódio.

 

Emily num fedeu nem cheirou neste episódio. Sua burrice foi novamente comprovada quando tentou se livrar da carta falsificada para tê-la entregue nas mãos de sua mami! Esta -A é muito peralta, né não?

 

Spencer tentou fazer sua irmã lembrar da infância feliz para… PAH! ter ela dizendo que não se lembra de nada e não pedir que ela escolha entre a irmã e o noivo… acho que a gente já sabe quem ganha essa disputa, não?

 

Teve a cota de burrice aguda das meninuxas, onde Spencer desta vez foi a putaescrotaburra e P-E-N-H-O-R-O-U o anel de noivado de sua irmã para comprar a caminhonete do Toby com a vã esperança que com -A na cola delas, ela conseguiria mesmo recuperá-lo na segunda-feira… ¬¬’ Really? Só pra comentar… teve também a volta de Wren que parece estar ajudando Melissa de alguma forma… whatever!

 

AI AI, por que ainda curto tanto essa série? Nas propagandas eles falam bem o que ela é! Um Guilty Pleasure, que a galere curte assiste mas num curte assumir que gosta de ver… hahahaha eu sou assim! Fods! Anyway… semana que vem tem mais coisas QUASE acontecendo na vida das Belas Mentirosinhas…

Enquanto isso fica aí com uns promos do episódio da semana que vem:

Pelo segundo promo da pra ver que Jason aparece sem camisa, valeu a pena né?

Mas e aí, curtiu o episódio? Que que tá achando da temporada que deve dar um break lá pelo episódio 12? Comente aí.

Aproveita e curta nossa página no Facebook e segue no Twitter. 😉