Mash, Mash que tá bom! | Review Glee – 3×07 – “Mash-Off”

  

Saindo de um episodio mediano temos o que, pra mim, foi o melhor da temporada até o momento. As performances foram razoáveis, com exceção do Mash-up de Adele, que ficou sensacional. O foco do episodio foram questões abordadas com mais realidade, novamente com exceções às campanhas exageradamente caricaturais de Sue e Brittany.

O previously foi bem superficial, mas serviu para lembrar que apesar de não ter sido abordado no episodio anterior, a galera tá meio que “de mal” uma da outra. Voltaram a falar novamente do “Casos de Família” Quinn vs. Shelby (FAIL!), e novamente tiveram os Mash-ups no melhor “Glee-Style”.

  

Puck tá todo se querendo com a professora gostosa, e todos sabem que vai rolar, só não se sabe quais são as verdadeiras intenções do garoto (vide promo abaixo). No episodio o garoto se mostrou todo in love por Shelby, mas pode ser que existam segundas intenções por trás deste “sentimento”. As cenas dele com Beth foram fofas, mas não possuem profundidade, até porque a história ainda está se definindo, estamos começando a perceber se ele tem um plano por trás disso, ou se o sentimento é genuíno mesmo. O que a gente já sabe é que Shelby não vai conseguir resistir por muito tempo.

Novamente a campanha para “Presidente da classe” foi abordado, e Kurt teve até uma pequena ajuda de Sue. Brittany, como dito acima, falou mais baboseiras, e Rachel finalmente se tocou que nem devia estar lá, e desistiu de sua candidatura e agora apoia Kurt, que luta contra o bullying. Rachel também teve seu momento fofo com mami Shelby, e vai levar pra casa uma carta de recomendação da Glee-Coach, para colocar na inscrição para NYADA.

Finn foi alvo de bullying o tempo todo e segurou a onda bem. Só não sei por que ele achou que um jogo de queimada resolveria tudo, mas ok. Obviamente as Troubletones ganharam do New Directions, e o reinado de Santana em prol das ofensas e do bullying continuou. Isso é algo que me incomoda, mas que consigo ver realidade. Santana defende Brittany com unhas e dentes, não deixa fazerem bullying com ela (e chegou até a defender Kurt em episódios passados), mas não enxerga que é a rainha do Bullying e só ofende as pessoas ao seu redor. Rory esteve presente novamente, e graças a Finn, ganhou destaque na apresentação do Mash-up. Só acho que seu personagem ainda não ganhou profundidade o bastante pra causar empatia do público. Eu, por exemplo, não senti nem um pingo de dó de vê-lo sangrando depois de Santana “bolar” a cara do garoto.

  

Além de mostrar que estão todos brigados, também voltaram a falar da sexualidade da “Mean girl”. Naya Rivera esteve ótima como a vagabunda que insulta a todos, e soube lidar com bastante verossimilhança  quando cutucaram sua ferida mais profunda. Gostei muito dela desmoronando e saindo correndo quando viu que seria alvo na campanha contra Sue, gostei que Sue se contradiz na questão do bullying e se desculpa por ter causado tamanha turbulência na vida de sua capitã.

  

E… palmas para o estouro e mania de perseguição de Santana, ao ver Finn cochichando no ouvido da namorada, e achando que estavam tirando sarro dela. Existem muitas pessoas assim, que não sabem enxergar o que fazem até que aconteça com eles. É bem aquele ditado “pimenta no koo dos outros é refresco” mas joga no seu pra você ver. Santana teve o que pediu, por mais cruel que isso pareça… no entanto o episodio acaba no tabefe que ela dá em Finn, e… senas do próximo capítulo!

Adorei a cara de Sugar, que ficou chocada com o tapa que Finn levou. Agora uma pausa dramática – PAUSA DRAMÁTICA – somente daqui duas semanas, veremos a continuação da história de Santana. Eles criaram um gancho e não poderiam deixar de abordar isso no episodio seguinte. E é por isso que na minha (humilde) opinião, este foi o melhor episodio da temporada até o momento. Foi o único que me deixou mega ansioso e emputecido de ter que esperar duas semanas para ver a continuação. Santana se assume para os pais e mais turbulências devem vir por aí. Saca só:

As músicas do episodio foram “OKeis”, algumas cabíveis e outras apenas para entreter. Tivemos You And I/Yoü And I, Hot For Teacher, Hit Me With Your Best Shot/ One Way Or Another, I Can’t Go For That/ You Make My Dreams e Rumour Hast It/ Someone Like You. As minhas preferidas foram Adele, Hot For Teacher e One Way or Another. E as suas?

PS: Quero Emma mais presente!!

E aí, o que acharam do episodio? Foi bom? Foi Ok? Fui pretensioso demais dizendo que foi o melhor da temporada so far? Comentem abaixo! Depois vai lá e curte a gente no Facebook e nos siga no Twitter que a gente te avisa mais novidades sobre Glee e outras séries.

About kywi

Uma fruta que curte muito o universo pop, e tenta sempre estar antenado.

Posted on November 17, 2011, in Glee, Séries and tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink. 1 Comment.

  1. Gostei bastante do episódio e de todas as músicas o/

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: