Mas cadê o ritmo alucinante!?!?! [2] | Review True Blood 4×06 – “I Wish I Was The Moon”

  

OLHA A LOUCA DOS SCREENCAPS AÍ! Sério, eu AMO True Blood e ponto. No entanto, não tem como dizer que essa temporada está foda demais! Sinto muito, mas eu que sempre defendi TB com unhas e dentes e tentava fazer todos que conheço assistir, não consigo achar essa temporada foda. Eu gosto muito de assistir ainda, mas o ritmo dela não tá bom.

Há duas semanas atrás, eles acertaram no ritmo do episódio e começaram a engatar a história, mas aí deu uma paradinha. E aí eu pergunto novamente… cadê o ritmo alucinante deste promo? Quer dizer, boas cenas já saíram deles e no entanto… passaram sem tanto impacto. Mas falemos do episódio que não foi ruim, mas também não foi “foda, PQP! TB tá demais essa temporada!”

A começar pelo final, sinceramente, uma das coisas que eu mais curto de True Blood é a habilidade deles de sempre terminar com um gancho para o próximo episódio, querendo te fazer se matar porque vai ter que esperar uma semana INTEIRA pra ver o que se segue a partir daquele ponto. Mas nos últimos dois episódios, onde o final foram no casal “Sookie-Eric”, não rolou esse impacto. Ou até rolou, o impacto que o episódio acabou meio “The O.C.”/”Grey’s Anatomy” (Só faltou uma narraçãozinha de algum dos personagens) e terminou ao som de “I Wish I Was The Moon”, de Neko Case.

  

Mesmo com Sookie e Eric no meio de um sexo SELVAgem (pegou? pegou?) e Bill chororô não foi um final “ganchante” o bastante. Tipo, ok. Eu consigo esperar mais uma semana. Mas agora voltemos ao começo. Flashbacks… rs

Bill interrompe a primeira tentativa de transa de Sookie e Eric, Sookie fica putíssima por seu abuso de poder e o jeito que Bill falou com Sookie quando estava perdendo a cabeça foi lindo! Mostrou que ele realmente tem muito ciúmes dela e meio que chocou Sookie com suas ações. Prender Eric e “ser ordenado” para sentenciar a morte verdadeira pra ele, tudo porque ele perdeu a memória realmente foi um pouco over, né não? 

  

Pam, apesar de depressiva continuou sempre pontual e rendendo uma das melhores senas do episódio. Ela com Eric na cela foi hilário. Vê-la debaixo do cobertor falando que ela é a culpada pelo “cheiro de morte” presente na cela, e depois tirando o cobertor para revelar seu rosto apodrecido para seu criador foi simplesmente sensacional. E o vampirão realmente mudou e não é tudo uma farsa como Bill imaginava.

  

O bebê e a boneca no seu affair do mau começam a dar baby steps (pegou? pegou?) em direção ao desenvolvimento de sua história, mas ainda assim devagar quase parando. Coitada da Arlene que se descabelou toda procurando o pequeno Mikey pra ver ele sentado no jardim com a bonequinha “Dumal”. Rysos. E quem diabos é a “negritude do Umbanda” que tava dando tchauzinho para Mikey quando estava no colo de Arlene? Veremos mais nos próximos episódios. I hope so… E apesar de tudo a Arlene ainda acredita no envolvimento de Renée nos acontecimentos.

Andy me dá preguiça, junto com Lafayette e Jesus. As histórias deles serão passadas quase despercebidas senão ignoradas nesse post. Resumindo a aparição de Jesus e Lafa no episódio. Jesus teve seu pescoço picado por uma cascavel porque o seu avô quis fazer isso. Lafa então teve seu corpo possuído por um tio “x” dele que o acalmou e aparentemente o curou. Bocejos, bocejos, bocejos. Andy nem vale a pena comentar, tamanha babaquice a história dele continua.

  

Sam esteve “ausente” o dia todo por causa do incêndio no seu “conjunto habitacional”. Eis que no previously eles citaram a lenda dos Skinwalkers que Luna contou. Então já dava pra sentir que Tommy iria ter algo assim. Achei um desenvolvimento bacana pro plot dele, no entanto, ele não é um personagem bom. É folgado e quer tirar vantagem de tudo e todos, portanto isso nas ‘mãos’ dele não será boa coisa. O que já vimos no episódio. Passando-se por Sam, o garoto conseguiu demitir Sookie, promover Jessica, transar com Luna e depois ser escroto com ela (o que será um problema para Sam com certeza). Cagada atrás de cagada.

  

Tudo isso para depois começar a vomitar suas tripas pra fora e não sabemos o que rolará depois. Não sabemos ainda como funciona isso de se morfar em outra pessoa, espero ter mais detalhes no próximo episódio.

Alcide foi controlado por Debbie e aceitou no fim das contas em entrar pra “Alcatéia” de Shreveport. Continuo odiando o visual do packmaster, aquele cabelo dele me dá nojo, e tenho vontade de bater na cara dele vendo aquilo. Lembrando que, nunca tinhamos visto que Debbie era de fato uma lobisomem, nos livros ela é apenas uma shifter, como Sam. E na série, ela estava sempre ao lado de Weres mas nunca tinha mostrado ela se transformando, de fato. Pelo menos não que eu me lembre.

Jason e Jessica. Acho um casal fofo, mas apesar das babaquices de Hoyt ele não será descartado da série de uma hora pra outra e também não vai ficar vendo sua ex-namorada vampira pegando seu melhor amigo. Portanto, acho que esse plot ficará apenas nas fantasias sexuais por causa da troca de sangue. Mas gostei muito dela tentando guiá-lo pela transformação. Todos estavam aflitos por Jason ter que se transformar num Werepanther por causa dos sujos de Hotshot. No entanto, como Jason disse, eles são tão burros que nem pra isso servem direito.

  

Alcide e Debbie apareceram novamente para esclarecer pra Sookie que estava no meio da floresta procurando Jason, que a única forma de você virar um Werewolf/panther é hereditariamente. Nos livros, acontece a transformação por mordidas mas aí o “infectado” vira metade animal, metade homem e não o animal inteiramente. Ou seja, diferenciando completamente a série dos livros. Spoiler do livro: (selecione o trecho para ler)Jason vira um werepanther no quinto livro, mas como foi infectado e não nasceu com esse ‘dom’ ele vira metade/metade. Acho que na série ele não virará nada. Pelo menos não por enquanto.

  

Tara e sua namorada se reencontraram e Pam está com sede de vingança. Junte as partículas, junto com o promo lá em cima e saberá o desenrolar dessa história.

  

Marnie teve o momento mais revelador até o momento. Foi esclarecido o ódio que Antonia tem dos vampiros. Ainda mais do vampiro que esteve presente nos acontecimentos. Marnie, após ver toda sua história, teve finalmente seu corpo possuído por Antonia. E ela mostra que veio para exterminar os chupa-sangue de vez. Já de cara mostra que consegue escravizá-los e controlá-los a fazer o que bem entender. Ou seja… phoodeu!

Bom, esse foi o episódio da semana. Tiveram seus pontos fortes e fracos. O ritmo precisa melhorar, já estamos na metade da temporada e os ganchos de episódio para episódio parecem ter sido deixados de lado. Não pode! Tem que ter ganchos para nos deixar de cabelo em pé.

O promo do próximo episódio não promete muito, mas a edição esperta joga trocentas cenas de uma vez e nos deixa com um pouco de vontade de ver sim. Nada descabelador however… saca só:

 

E aí, curtiu o review? Falei muita asneira? Comente aí o que achou do episódio e o que acha da temporada so far… Depois vai lá e curte nosso Facebook e segue a gente no Twitter pra não perder nossas atualizações. 😉

About kywi

Uma fruta que curte muito o universo pop, e tenta sempre estar antenado.

Posted on August 2, 2011, in HBO, Séries, True Blood and tagged , , , , , . Bookmark the permalink. Leave a comment.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: