Cadê o ritmo alucinante? | Review True Blood 4×05 – Me And The Devil

  

É isso que o episódio foi… OK! Apenas isso. Não tiveram grandes reviravoltas (talvez exceto a de Tommy) porém, entretanto, contudo, todavia a pegação entre Eric e Snooki Sookie começou! E tipo, full on mode! Não tivemos ainda “A” sena (#Sashafeelings) de sexo mas tá valendo! Começou com uma coisa meio maternal, com Eric chorando e foi evoluindo até chegar num “tesão”? I think so, veremos mais no próximo episódio! A interação dos dois personagens está muito bem elaborada. E o beijo foi bem apaixonado, gostei! 😉

    

A história de Jesus me fez bocejar… a de Arlene me fez rir, a de Jason foi estranha pra caramba, mas me fez rir também! Só achei Jason “bem” demais pra quem acabou de ser violentado por um bando de rachas mocreiudas desdentadas. Mas o que foi ele sonhando sexualmente com Jessica e do nada… Hoyt aparece no sonho! Euri, oh! E também fantasiei loucuras! Significa? Alooks, quem nunca, néam?

  

Arlene querendo exorcizar a casa foi hilário, mais hilário ainda foi Lettie Mae (mãe de Tara) fazendo o exorcismo com sálvia e cantigas antigas! I DIIIE com uma coisa dessas! A boneca ‘du-mal’ (é como eu a chamo carinhosamente… sou fofo!) já aprontou mais uma e BOTOU FOGO NA CASA DE ARLENE! Vixeee! Indo pro lobisomem, foi introduzido o ex de Luna, que por coincidência é o packmaster de Shreveport (Hmmm), tem um visual terrível (que cabelo grotesco), cara de mau, e tá encrencando com o lobinho Alcidão vivendo sem registro (WTF!?) Achei meio nonsense um cara do porte dele querendo peitar Alcidão todo forte e tesudo (PASSO-MAAAAL!)

  

Tommy finalmente se livrou dos pais aproveitadores e mala, ganhou um pingo de meu respeito pela inteligência ao enganar Andy (se transformar num jacaré foi genious da parte dele – que não sabia nem ler há dois episódios). Vamos ver se ele finalmente muda de vez e vira um personagem digno na série. Tara foi tosca, eu achei. Não vou comentar de Lafa e Jesus porque eles me dão sono. Boring, boring, boring. Mas Tara perdeu um pouco de seu brilho “não sou vítima” para ficar com um “sou mentirosa pra caraleo e tô com peso na consciência de mentir pra quem eu amo”. É complicado a gente acompanhar essa mudança brusca de sentimento, porque a cronologia da série é muito devagar, então o que as vezes pra gente foi uma semana até outro episódio, se passaram horas para os personagens.

  

Bill tá curtindo o poder e esteve extremamente correto nesse episódio, apesar de não ter podido (tá certo isso?) ajudar Pam em nada. Coitada dela e seu rosto necrosado, perdeu até a orelha! Ela não merece isso, uma vampira tão dócil e amigável. Anyway, Bill juntou os xerifes da Área 5 (tirando Eric) e deu uma liçãozinha de história pros desinformados. Finalmente vimos o motivo da bruxa espanhola ter tanto rancor dos vamps. Achei desnecessária a participação de Portia neste episódio. Filler pra dar os 50 minutos, certeza!

 

Momento de ouro: Bill na sua aulinha de história explica que vampiros achavam vantajoso serem presentes secretamente em instituições humanas poderosas. “Nos anos de 1600, era a igreja católica. Hoje em dia, como vocês sabem, é o Google, e a Fox News.” CATAPLOFT! Caí da cadeira de tanto rir! Parabéns roteirista, parabéns!

        

Adorei a aparição de vovó Adele! E adorei Sookie dizendo pra Marnie “Moça, quando minha avó me diz pra correr, eu corro. Fique com o troco.” I DIIIIE com esses momentos. O final do episódio foi pontualzinho, mas nenhum mega cliffhanger como estamos acostumados. Bill descobre que Eric está na casa de Sookie e sai correndo… pra pegar eles no ato! ADOROOO BAPHÂO!

Bom, é isso, acho que comentei tudo de interessante, né? Se eu esqueci de algo legal me lembrem no comentário, ok? No geral, foi um episódio ok, filler, para dar fôlego para o ritmo alucinante que virá nos próximos. Assim espero. Eles fizeram um preview meio “qualquer coisa” para o próximo episódio. Saca só:

Achei beeeeem calmo o próximo episódio, cadê o ritmo louco do preview da Comic-Con? Espero que o promo engane e o próximo episódio seje mais agitado do que parece.

E aí, curtiu o episódio? Não? Esqueci de algo interessante no review? Comente aí. Fala pra gente o que vocês acham dessa bonequinha “du-mal”, hein? Depois, curte nosso Facebook e nos siga no Twitter pra não perder NENHUMA novidade!

About kywi

Uma fruta que curte muito o universo pop, e tenta sempre estar antenado.

Posted on July 26, 2011, in HBO, Séries, True Blood and tagged , , , , , . Bookmark the permalink. 1 Comment.

  1. parabéns, meninos! Adorei os comentários, morri de rir!!! XD

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: